quarta-feira, 29 de julho de 2015

Experiência social - Pedir comida a desconhecidos





Adivinhem quem passou hoje no código e já vai andar com um carrinho nas mãos? 
Exatamente, eu!

Não podia deixar de começar este post sem vos dar esta grande novidade! Ainda nem estou em mim, não porque seja difícil, mas sim porque o meu nervosismo estraga sempre tudo e no que toca a exames, é sempre quase certo. (quaseeeee

Agora já percebem porque andei ausente durante esta semana, certo? Tive de ler e reler o livro de código, decorar as velocidades, contra-ordenações, sinais, e ainda fazer testes....bem, uma trabalheira! O que interessa é que já terminei esta etapa, e é um "peso que tiraram dos meus ombros".

Amanhã começo a trabalhar, mas prometo, que vou arranjar sempre um tempinho para vir publicar, nem que esteja a cair para o lado de tanto sono e cansaço !! Haha ^^

***


Passando ao que interessa: sabem aquelas coisas que nos deixam contentes e tristes ao mesmo tempo? É verdade, sinto-me assim. Por um lado porque a sociedade de hoje, e desculpem a linguagem, é uma autêntica merda. Não há outra forma de caracterizar-la.

Parte-me o coração ver que quem tem muito (ou simplesmente alguma coisa), não seja capaz de partilhar, e que, por outro lado, quem tem pouco (ou nada) consiga ser "humano" ao ponto de partilhar o pouco que lhe resta.

No caso de Portugal, cortar nos rendimentos é só a quem tem pouco, agora os que recebem milhares por mês já não sofrem cortes. Custa-me que, por exemplo, a minha mãe trabalhe no duro, numa fábrica, todos os dias, e receba o ordenado mínimo, e esses senhores do Governo, que passam o dia sentados sem fazer nenhum, tenham uma vida de luxo. Que tal começaram a pensar em distribuir a riqueza? Já está mais que na altura!


Vocês devem-se estar a perguntar: Joana, estás para aí a falar de quê?
Mas aqui está a minha resposta, e vejam com os vossos próprios olhos!
É inacreditável!



(Nota: o vídeo em si, acaba no minuto 3, uma vez que a partir de aí é a repetição.)


Já conseguem perceber do que falo? Acho que este vídeo é uma grande lição de vida para todos nós. Sabem o que me incomodou mais? O facto de o terceiro senhor a ser gravado falar com maus modos, ter sido agressivo. Já nem condeno os dois primeiros pois enquanto estes dois disseram "não" educadamente, o terceiro até recorreu a palavrões. Será que não chegava dizer que não?

Há pessoas que simplesmente não estão "nem aí" para estas situações, mas se há coisa que me entristece e parte o coração é ter de assistir a este tipo de coisa. Já levei muito na cabeça por defender sempre "os outros" (como a minha avó diz), defender com "unhas e dentes" toxicodependentes, alcoólicos, sem abrigos, e todas as pessoas desfavorecidas e excluídas socialmente, mas é uma coisa que nasceu comigo.

E para quem não sabe, o que sempre quis seguir profissionalmente, foi (e é) serviço social (sou uma futura assistente social, portanto)! Bem, mas a minha "história" fica para depois.

***

Hoje só vos queria deixar com este vídeo, e gostava de saber a vossa opinião e que conclusões retiraram acerca dele.

(E desculpem se divaguei!)


"As coisas que damos às pessoas podem fazer uma vida.
Nunca olhe de baixo para cima uma pessoa, a não ser que seja para ajuda-la levantar"


6 comentários:

  1. Oh Meu Deus Joana, nem sei como te agradecer por esse comentário. A sério :')
    É tão reconfortante ler isso que nem és capaz de imaginar :D Fico mesmo contente por achares isso e por teres gostado da minha seleção!!!
    Sem dúvida que queria muito apostar nas botas mas preciso de as experimentar para perceber se são ou não confortáveis :( O problema vai ser mesmo encontrá-las em loja!

    NEW POST | July On Insta
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tens de agradecer nada !! ^^

      Se as conseguires encontrar e gostares, não te esqueças de avisar para nós vermos como encaixam em ti !! Ahah :D

      Eliminar
  2. Antes de tudo PARABÉNS pelo código! Sei bem o que isso é capaz de significar <3

    Em relação ao post: não poderia concordar mais. A sociedade nos dias que correm está cada vez mais egoísta e egocêntrica. As pessoas somente vivem para si e não se preocupem com o bem ou mau estar que as rodeia. Só quando as circunstâncias as começam a afetar é que abrem os olhos e atacam em todas as direções.
    Sempre fui da opinião de que quem tem menos é realmente quem ajuda mais... E sabes porquê? Porque sempre sentiu na pele o que é passar por dificuldades. Porque sente na pele, diariamente, o quão complicado é gerir tão poucos trocos na carteira.

    Ou nós temos força de mudança... ou então tudo vai complicar!

    NEW POST | July On Insta
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada !! <3

      Bem, não podia concordar mais contigo! Se calhar a melhor explicação para isto, é que quem tem menos, sente na pele o que é viver com isso, e acaba por ser mais solidário com os outros :/ mas não deixa de ser uma situação triste!

      Eliminar
  3. Ehehe, tal como refiro no post, é através de uma mola que se coloca na parte da câmara do telemóvel :P
    Obrigado!!! Por acaso valeram imenso a pena o dinheiro investido :D

    NEW BEAUTY POST | Bye Bye Dark Circles
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar

Deixa o teu comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo